G1 REGIÃO SERRANA – RIO DE JANEIRO – 10/12/13

10/12/2013 17h05 – Atualizado em 10/12/2013 19h52

Categoria paralisou por 48 horas nesta terça-feira (10).

Vigilantes reivindicam atraso no pagamento dos salários.

Do G1 Região Serrana

Os vigilantes do Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal de Nova Friburgo, Região Serrana do Rio, estão realizando uma paralisação de 48h. A greve começou nesta terça-feira (10) e os profissionais reivindicam o atraso no pagamento do salário e da primeira parcela do 13º. Segundo a categoria, o salário é pago pelo grupo CJF e deveria acontecer todo dia 5. Caso o pagamento não seja efetuado em 48h, os vigilantes continuarão com a greve.

Segundo Manoel Nascimento, presidente do Sindicato dos Vigilantes de Nova Friburgo, o problema no atraso dos pagamentos é antigo e acontece com frequência. O G1 tentou entrar em contato com a empresa CJF, mas ninguém atendeu as ligações.

Em nota, o Banco do Brasil (BB) informou que mantém contato com a prestadora de serviços e aguarda a solução do caso com a maior brevidade possível. “O banco trabalha para a normalidade do atendimento e analisa as medidas cabíveis à empresa de vigilância”, disse trecho da nota. O BB também informou que os clientes devem dar preferência para os pontos de atendimento externo, como caixas eletrônicos, correspondentes bancários e agências do Banco Postal dos Correios.

Às 19h30 desta terça-feira, a assessoria da Caixa Econômica Federal informou que, por motivo de paralisação dos vigilantes da empresa que presta serviço de segurança para o banco em Nova Friburgo, duas agências bancárias não abriram no dia de hoje. A Caixa ressaltou que está tomando todas as providências previstas no contrato com a empresa de segurança, cumprindo-as pontualmente.

A Caixa informou ainda que, “pela legislação, só é permitido o funcionamento das agências bancárias com a garantia da segurança para clientes e empregados, garantindo também a segurança para o patrimônio público.”